Ajude a Pró-Renal

 

Obrigado por responder ao Quiz Pro-Renal. Você obteve:

  • 0 acertos (0,00%)
  • 12 erros (100,00%)

Confira abaixo o seu Quiz.

  1. Quantos rins as pessoas costumam ter?
  2. Um
    Dois
    Mais de dois

    Resposta Correta: Dois.

    A maioria das pessoas nasce com dois rins, apesar de que um já seria o suficiente. Veja o porquê: cada rim contém 1,5 milhões de filtros do sangue, chamados “néfrons”. Os néfrons purificam o sangue e removem os resíduos. O organismo pode sobreviver com menos néfrons, mas se o número cair abaixo de 300 mil pode ser necessário o tratamento com diálise.
    É por este motivo pelo qual as pessoas podem viver perfeitamente bem e com saúde com apenas um rim, e por que milhares de pessoas a cada ano podem doar um de seus rins para transplante, salvando vidas.
    A doação de rins para transplante é um ato generoso e de amor ao próximo

  3. Seus rins estão localizados nas costas, logo abaixo das últimas costelas. Qual o tamanho dos seus rins?
  4. O tamanho de seu punho
    O tamanho de uma bola de ping-pong
    O tamanho de um amendoim

    Resposta Correta: O tamanho de seu punho.

    Seus dois rins são de órgãos em forma de feijão, com aproximadamente o tamanho de sua mão fechada (punho). Apesar de seu tamanho não ser grande, os rins realizam funções complexas que mantém o resto do organismo em equilíbrio.

  5. Os rins desempenham muitas funções importantes. Quais são elas?
  6. Processo de limpar o sangue, filtrar a água e resíduos em excesso, e liberação de hormônios
    Regular água e produtos químicos no sangue, como sódio e potássio. Retirar algumas drogas e toxinas do sangue
    Todas as alternativas acima

    Resposta Correta: Todas as alternativas acima.

    Os rins desempenham um papel crucial na manutenção da saúde global, mas raramente são valorizados até que estejam danificados e não possam mais realizar suas funções. Além de limpar o sangue e se livrar dos resíduos pela produção da urina, os rins também ajudam a manter a sua pressão arterial normal e auxiliam a saúde dos ossos e tecidos ao produzir a forma ativa da vitamina D, regular o sal, potássio e ácido do seu corpo e produzir vários hormônios que afetam a maneira como os outros órgãos funcionam.
    Se respondeu:

    A primeira alternativa: Verdadeiro – Os rins realmente limpam o sangue, filtram a água e resíduos em excesso, e liberam de hormônios, MAS também regulam água e produtos químicos no sangue, como sódio e potássio e retiram drogas e toxinas do sangue . Os rins são muito importantes para o controle e regulação da pressão arterial.

    A segunda alternativa: Verdadeiro - Os rins realmente regulam água e produtos químicos no sangue, como sódio e potássio e retiram drogas e toxinas do sangue, MAS também limpam o sangue, filtram a água e resíduos em excesso e liberam de hormônios. Os rins são muito importantes para o controle e regulação da pressão arterial.

  7. Todos os dias os nossos rins fazem um trabalho essencial de filtragem de quantos litros de sangue?
  8. 1
    50
    200

    Resposta Correta: 200.

    Os rins filtram cerca de 200 litros de sangue todos os dias, removendo 2 litros de toxinas, resíduos e água de seu corpo.

  9. As causas mais comuns (s) da doença renal em muitas partes do mundo são:
  10. Diabetes e pressão arterial elevada (hipertensão)
    Pedras nos rins
    Doenças hereditárias como a doença renal policística

    Resposta Correta: Diabetes e pressão arterial elevada (hipertensão).

    Diabetes e pressão alta são os principais fatores de risco para doença renal, mas não são os únicos. Histórico de doença renal na família, idade acima de 60 anos e obesidade também são fatores de risco importantes para doenças renais.
    Doenças hereditárias (como rins policísticos) e pedras nos rins são fatores de risco, mas menos importantes. As causa mais comuns de morte em pacientes com doença renal crônica são as doenças cardíacas e cardiovasculares. Se você tem fatores de risco para doenças do coração, é aconselhável fazer exames par detecção de doença renal.

  11. Quantos adultos (no mundo todo) têm algum tipo de dano do rim?
  12. Cerca de 1 a cada 10
    Cerca de 1 a cada 1000
    Cerca de 1 a cada 10 000

    Resposta Correta: Cerca de 1 a cada 10.

    A doença renal é muito comum, e está presente em 10% da população (1 para cada 10 pessoas). As principais causas de doença renal são: pressão alta e diabetes. A prevenção da doença renal é feita com o c controle adequado da hipertensão e da diabetes, protegendo os rins, prevenindo a doença renal e também as doenças cardiovasculares.
    Cerca de 10% das pessoas que apresentam evidências de doença renal evoluem com deterioração da função renal, levando à necessidade de tratamento com diálise ou transplante.

  13. A anemia é uma complicação muito freqüente da doença renal crônica. A anemia é quando uma pessoa tem:
  14. Diminuição da pressão arterial
    Excesso de glóbulos brancos
    Glóbulos vermelhos no sangue em quantidade menor que o normal

    Resposta Correta: Glóbulos vermelhos no sangue em quantidade menor que o normal.

    Anemia é a diminuição do número de glóbulos vermelhos no sangue. O diagnóstico de anemia é feito com um exame de sangue chamado “hemograma”. Nas pessoas que tem doença renal, a causa da anemia é a produção deficiente de uma substância chamada “eritropoietina”, que normalmente é produzida pelos rins e que estimula a medula óssea a manter normal a contagem de células vermelhas no sangue.

  15. Verdadeiro ou falso: A doença renal crônica aumenta o risco de ataques cardíacos e derrames
  16. Verdadeiro
    Falso

    Resposta Correta: Verdadeiro.

    Pessoas que tem doenças renais (mesmo em estágios precoces) apresentam alto risco de terem complicações cardíacas e vasculares, hospitalizações e mortes. A doença renal aumenta amplifica os danos cardíacos e vasculares causados pela hipertensão, diabetes, idade, fumo e elevação do colesterol.

  17. Doença Renal Crônica (DRC) está presente quando os rins não podem mais exercer plenamente as suas funções. Que complicações a DRC pode causar?
  18. Pressão arterial elevada
    Anemia
    Doenças do coração e dos vasos sanguíneos
    Todas as alternativas acima

    Resposta Correta: Todas as alternativas acima.

    A pressão arterial elevada, anemia e doenças do coração e dos vasos sanguíneos são complicações das doenças renais.
    Pressão arterial elevada: rins doentes produzem substâncias que elevam a pressão arterial. Além disto, as doenças renais causam dificuldade para a eliminação do excesso de sal do organismo através da urina. Estes fatores elevam a pressão arterial ou tornam mais difícil seu controle. Ao mesmo tempo, a falta de controle da pressão arterial acelera a perda de função renal.
    Anemia: as pessoas que tem doença renal produzem menor quantidade de “eritropoietina” pelos rins. Em níveis normais, esta estimula a medula óssea a manter a contagem de células vermelhas no sangue. A anemia em pessoas com problemas renais favorece o desenvolvimento de doenças do coração.

    Doença cardiovascular: as doenças renais aumentam os danos cardíacos e vasculares causados pela hipertensão, diabetes, idade, fumo e elevação do colesterol. Com isto, existe maior risco de complicações cardíacas e vasculares, hospitalizações e mortes.

  19. Os sintomas da Doença Renal Crônica são fáceis de reconhecer?
  20. Sim, você pode facilmente dizer que uma pessoa tem doença renal crônica
    Não, os sintomas podem parecer com muitas doenças comuns

    Resposta Correta: Não, os sintomas podem parecer com muitas doenças comuns.

    A doença renal pode não produzir sintomas. As principais causas de lesão permanente aos rins são a diabetes e a hipertensão arterial, que não causam dor. Grande parte das pessoas com lesões renais não perceberam alterações em sua urina e não têm outros sintomas, pois os rins se adaptam por algum tempo. É por isto que a doença renal crônica é uma doença “silenciosa”. Geralmente as pessoas começam a ter sintomas apenas quando a função dos rins está abaixo de 30 por cento. Os sintomas iniciais podem se confundir com outras doenças: cansaço e indisposição, diminuição do apetite.

  21. Existem tratamentos para a doença renal crônica?
  22. Sim
    Não

    Resposta Correta: Sim.

    O tratamento da doença renal depende do grau de comprometimento da função renal. Nas fases de menor comprometimento da função, são removidas as causas que podem piorar a função renal (cigarro, dietas com excesso de gorduras, sal, medicamentos tóxicos para os rins), e é elaborado um plano de cuidados para evitar que a lesão renal piore, com o controle rigoroso da pressão arterial e diabetes, dieta saudável e consultas médicas periódicas, para verificação de como está a função dos rins.
    Quando a função renal está abaixo de 15 por cento, geralmente é necessário iniciar tratamento com diálise (hemodiálise ou diálise peritoneal). Tanto a hemodiálise como a diálise peritoneal fazem a remoção das toxinas e excessos de sal, água e outras substâncias. O outro tipo de tratamento é o transplante renal, em que o paciente recebe um rim normal que assume as funções de equilíbrio do organismo.

  23. Se você tiver doença renal crônica e não receber cuidados médicos, sua saúde pode piorar?
  24. Sim, minha saúde pode se agravar.
    Não, minha saúde não tende a piorar.

    Resposta Correta: Sim, minha saúde pode se agravar..

    Para que a doença renal não se agrave e cause complicações, é necessário acompanhamento médico, para tratamento que permite o melhor controle da pressão arterial e diabetes, dieta saudável e verificação periódica da função renal e de complicações. A participação ativa do paciente em seu tratamento possibilita melhor controle da doença.

Redes Sociais
Twitter Facebook You Tube
Quiz Renal

Teste AquiVocê sabe como estão os seus rins?

Newsletter

Cadastre seu e-mail abaixo e fique por dentro do que acontece na Pró-Renal.

Newsletter
XVIII Curso Teórico e Prático de Prevenção e Orientação do Pé Diabético

Acesse todos os eventos

Newsletter

Seja um parceiro da Pró-Renal Brasil.

logo logo logo logo logo logo logo logo logo

Clique aqui e saiba como.

Newsletter

logo

Info Ciência
Info Renal

Clique aqui e veja todas as edições do Jornal da Pró-Renal Brasil

Copyright 2011 - Pró-Renal Brasil. Todos os direitos reservados.

Av Vicente Machado, 2190 I Batel I Curitiba - PR | CEP 80440-020 I Telefone: 0800 41 6002 | 41 3312.5400
contato@pro-renal.org.br